Desabafos duma astróloga… que podiam ser duma qualquer outra profissão

transferir

Tradução livre: Sou Astrólogo(a)
isso não quer dizer que o meu trabalho é grátis; tal como toda a gente,tenho contas para pagar. Obrigada pela compreensão!

Olá a tod@s,

 

Muito de vós passam pelo mesmo, e muitos colegas, quer astrólogos, quer terapeutas, sabem exactamente do que falo, e já os li e ouvi com as mesmas questões.
Mas como parece ainda não ser do conhecimento geral, aproveito a oportunidade de juntar a minha voz à de muitos antes de mim.

Para podermos prestar este tipo de serviços, investimos muito tempo, sabem? daqueles que todos sentimos que é pouco? Mas tiramos um pouco do tempo para a família e amigos, mais algum das horas de sono, mais um pouco do de férias e por aí fora e lá conseguimos fazer a nossa formação inicial e depois há que continuar pela vida fora.
Isto porque, nós profissionais de todas as áreas, sabemos que evoluir é preciso, mas os que, de todos os profissionais trabalham com o bem estar de quem nos procura, seja físico, mental, emocional ou espiritual, sentimos ainda mais essa urgência e necessidade.
E como todos sentimos, tempo também se traduz em moedas para podermos trocar no supermercado, nas empresas de telecomunicações, gás e electricidade, enfim, de todas aquelas que enchem as caixas de correio e as preocupações de todos.
Por isso, quando pensarem em pedir palpites aos astrólogos, lembrem-se que apesar da representação gráfica do mapa astral seja circular, este não é uma bola de cristal!
Por isso, dar uma olhada , não é bem o que estão a pensar…
Dá muito que fazer, principalmente para todos nós que estamos conscientes da nossa responsabilidade ética e deontológica.

Dar uma olhada, consciente, significa estar atenta aos diálogos do mapa natal, o que já se si é uma tarefa que exige tempo e disponibilidade. Depois há que ver os trânsitos astrológicos e a forma como se interligam aos diálogos iniciais, depois há que atentar às progressões e outros “pormenores”. Mal comparando, mas pedir ao astrólogo que dê uma olhada e achar que, se tem direito a esse serviço só porque se precisa, seria como eu dizer à minha operadora de telecomunicações que gostaria de poder ter televisão, internet e chamada de borla…Afinal, há anos, que todos os meses, sou uma fiel pagadora das contas que me enviam. Que tal vos parece? ! Absurdo?! pois… tantos mas tantos outros exemplos me ocorrem e como a minha vida seria mais fácil…

Para terminar, gostava de deixar uma questão: confiaria num serviço que lhe é oferecido de borla? ou ficaria a pensar: que será que vão preparar depois desta oferta grátis? Não é?! Daí que muitas das fantásticas ofertas acabem por se revelar um engodo, não é?

Afinal tenho outra questão a acrescentar: se gostaria de aceder aos serviços gratuitos dos astrólogos, terapeutas e afins, pode começar uma petição para pedir às instituições (finanças, segurança social, hipermercados, senhorios e banca, por ex…) para nos libertar das nossas obrigações, talvez assim possamos disponibilizar o nosso tempo para satisfazer os tais pedidos de dar uma olhada!
Para todos os que respeitam e dignificam o nosso esforço e trabalho, o meu mais profundo respeito e gratidão! São vocês que nos fazem querer fazer melhor!!

Sejam felizes e até já*